Transferir propriedade de veículo para o arrendatário ou terceiro

O que é

Registra a transferência de propriedade de um veículo que estava em nome do banco (financeira) para o arrendatário (quem o financiou) ou para terceiro (outra pessoa), com emissão de novos Certificado de Registro de Veículo (CRV) e Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV).

Quem pode transferir

Responsável pelo financiamento ou seu procurador.

Onde transferir

Nas unidades de atendimento do Detran-PR ou nos despachantes.

Como transferir

Encontre uma unidade de atendimento do Detran-PR perto de você. Em algumas cidades, o atendimento nas unidades é somente com data e hora marcadas. Verifique se sua cidade é uma dessas e evite transtornos

Faça a vistoria do veículo

Apresente a documentação necessária. Se for

1) pessoa física, traga

  • Documento oficial com foto e CPF
  • Comprovante de endereço
  • Certificado de Registro de Veículo (CRV) original preenchido e com reconhecimento por autenticidade (verdadeiro) de firma do comprador e do vendedor. Se a firma foi reconhecida em cartório de município diferente de onde está sendo feita a transferência, apresente também o sinal público
  • Débitos quitados. Se houver débitos ainda a vencer, estes também devem ser quitados

2) pessoa jurídica, traga

  • Documento oficial com foto e CPF do representante legal
  • Comprovante de Poderes
  • Cartão do CNPJ
  • Certificado de Registro de Veículo (CRV) original preenchido e com reconhecimento por autenticidade (verdadeiro) de firma do comprador e do vendedor. Se a firma foi reconhecida em cartório de município diferente de onde está sendo feita a transferência, apresente também o sinal público
  • Comprovante de Poderes do banco (financeira)
  • Débitos quitados. Se houver débitos ainda a vencer, estes também devem ser quitados

3) procurador, traga

Pague a taxa em qualquer agência dos bancos credenciados e retorne à unidade de atendimento para concluir o processo

Após retirar o documento no Detran-PR, o proprietário deverá procurar uma fábrica para confeccionar as placas/tarjeta, caso seja necessário

Nos despachantes:

Encontre o despachante mais perto de você

Compareça com o veículo e os documentos solicitados pela unidade

Pague a taxa referente à atualização de endereço e a do despachante

Atenção: para veículos com baixa ou incluídos no Sistema Nacional de Gravames:

Veículos com alienação fiduciária devem ser registrados no sistema Gravames. Também quando houver baixa do veículo, o Gravames deve ser informado, conforme estabelece a portaria nº 371/2009-DG

Verifique se o registro de baixa ou de inclusão de gravame já foi encaminhado ao Detran-PR

Se o gravame referir-se a veículo com financiamento em outro estado, deverá primeiro ser transferido para o Paraná. Só depois, a transferência de propriedade pode ser feita

Prazo

Durante o atendimento, será agendado o retorno à unidade para a retirada dos documentos.


Forma de atendimento:

Integralmente Presencial

Quanto custa:

Consulte a taxa.

Serviços Relacionados: