Histórico do CEI

A primeira estrutura de ensino e instrução do Corpo de Bombeiros foram as antigas escolas regimentais; nas quais eram ministrados os conhecimentos básicos de português, aritmética, e ciências; e também a instrução operacional da corporação.

A partir de 1953, com a diversificação das atividades do serviço de bombeiro, ocorreu a necessidade do aprimoramento do sistema de instrução.

Em 28 de novembro de 1964, como área de treinamento, o Corpo de Bombeiros passou a dispor do Campo de Adestramento Carlos Cavalcanti de Albuquerque; 

Denominações:

1913 - Escola Regimental (ER);

1953 - Chefia de Instruções de Bombeiros (CIB);

1962 - Chefia de Instruções e Operações (CIO);

1964 - Divisão de Ensino (DE);

1968 - Departamento de Ensino e Instrução (DEI);

1976 - Centro de Ensino e Instrução (CEI).

O Centro de Ensino e Instrução foi instituído pela Lei de Organização Básica (LOB)[3] da Polícia Militar do Paraná, em 1976.

O CEI estava instalado numa área com 82.215 m², entretanto somente 45.000 m² são passíveis de construção, pois o restante está em área de preservação permanente, como parte da Área de Proteção Ambiental (APA) da Bacia do Rio Iraí.

As edificações eram divididas em cinco blocos.

Sede administrativa;

Cozinha (rancho), aprovisionamento e refeitório;

Garagem, almoxarifado e alojamento da prontidão (300m²);

Sala de informática e alojamento para alunos (150m²);

Bloco de sala de aulas (400m²).

FOTOS